Skip to main content

Sangue Rosado na Gravidez: O Que Pode Ser?

O sangue rosado na gravidez é algo que acontece com frequência, principalmente nas primeiras semanas de gestação. Como é algo incomum para as mulheres que estão passando pela primeira gravidez, muitas dúvidas acabam surgindo.

Na grande maioria dos casos, esse breve sangramento acontece como resultado da nidação, ou seja, momento onde o embrião fecundado é implantado na parede do útero. Em alguns casos, acaba sendo o primeiro sintoma da gravidez.

O nosso artigo tem como objetivo esclarecer as suas principais dúvidas acerca deste assunto, então continue a sua leitura para saber como proceder caso esse tipo de sangramento aconteça com você.

Anúncios



O sangue rosado na gravidez é normal?

Muitas vezes, as grávidas identificam sangue rosa claro no papel higiênico na gravidez, sendo algo normal quando acontece bem no início da gestação, que é a fase onde ocorre a nidação, conforme já comentado.

Segundo pesquisas, uma a cada três mulheres apresentam esse tipo de sangramento, mas é preciso ter atenção para com este sintoma, já que ele também pode ser indício de problemas, como a fragilidade do colo uterino.

Outras possíveis causas do sangue rosado na gravidez incluem esforço físico, relações sexuais e infecções, sendo que em casos mais graves, o sintoma pode indicar alto risco de aborto espontâneo.

sangue-rosado-na-gravidez
sangue-rosado-na-gravidez

Como proceder caso o sangramento aconteça

Como você pode ver, o sangue rosado na gravidez pode ser normal como também pode indicar alguns problemas importantes. Sendo assim, se essa situação acontecer com você, é importante entrar em contato com o seu médico do pré-natal.

Caso este sangramento seja mais intenso e acompanhe cólicas ou dores abdominais, o mais indicado será buscar uma unidade de saúde ou locais que realizem atendimentos médicos de urgência.

É importante destacar aqui que manter a calma é imprescindível, já que esse tipo de sangramento é considerado comum e não estão sempre associados com situações de aborto espontâneo.

O que pode causar sangue rosado na gravidez

Quando se trata de sangue rosado na gravidez, a avaliação do quadro inicia após determinada a data de gestação. Caso esteja nas primeiras semanas, algumas das principais causas desse sintoma incluem:

  • Sangramento devido a nidação: implantação do embrião na parede do útero;
  • Aborto em curso: aqui ocorre a presença de dor e um sangramento mais volumoso;
  • Descolamento ovular: isso acontece quando o embrião se desprende do endométrio levando a alguns hematomas;
  • Gravidez ectópica: essa situação ocorre quando o embrião se fixa em um local fora do útero.

Caso o sangramento ocorra no terceiro ou segundo trimestre da gravidez, as possíveis causas podem ser outras e incluem:

  • Placenta prévia: aqui a placenta se fixa muito próxima ao colo uterino;
  • Início do trabalho de parto: pequenos vasos podem ser rompidos durante o trabalho de parto e estes geram um sangramento;
  • Descolamento precoce da placenta: essa é uma situação grave que necessita de atendimento médico imediato e na maioria das vezes o parto é realizado.

Sinais de risco

Conhecer os sinais de alerta no caso de situações que envolvem sangue rosado na gravidez é muito importante para saber o momento de buscar ajuda imediata em um serviço de urgência. Alguns sintomas que indicam um quadro grave são:

  • Aparecimento de sangue vermelho vivo;
  • Febre;
  • Cólica intensa;
  • Presença de coágulos;
  • Corrimento rosado com mais de três dias de duração;
  • Presença de contrações.

Conforme já mencionado, todo sangramento que ocorrer durante a gestação deve ser informado ao seu médico do pré-natal, mesmo que este surja em pouca quantidade e não seja acompanhado de sintomas adicionais.

Quando identificar sangue rosa claro no papel higiênico e cólica intensa, já será recomendado a busca por locais que prestam atendimento de urgência, já que isso pode indicar algum problema mais sério.

Considerações finais

Embora o sangue rosado na gravidez acabe despertando pânico nas futuras mães, encontrá-lo em pouca quantidade nem sempre deve ser motivo para ter preocupações exacerbadas, pois pode ser algo normal.

Ficar atenta aos sinais é a melhor forma de evitar que algum problema maior aconteça e caso sinta algo diferente, não exite em buscar atendimento especializado, já que isso pode garantir a sua saúde e a do bebê.

Por fim, vale destacar a importância dos exames pré-natais, que devem ser realizados nas datas corretas a fim de garantir uma gestação realmente segura e sem intercorrências significativas. 

Gostou do nosso conteúdo? Veja também algumas dicas que vão te ajudar a lidar com o puerpério, uma fase bem difícil na vida das mulheres.

Relacionados

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.