Skip to main content

Com Quantas Semanas o Bebê Fica Acima do Umbigo?

Afinal, com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo? Essa é uma dúvida muito comum entre as gestantes, já que é neste momento que se torna viável medir a altura uterina com mais exatidão.

A grande maioria das gestantes ficam ansiosas para que a sua barriga cresça, afinal, isso significa que o seu bebê está crescendo, e conforme a sua evolução, será possível sentir seus movimentos com mais clareza.

A altura uterina é uma medida avaliada por médicos durante exames do pré-natal, onde o objetivo é definir se o feto está se desenvolvendo conforme a idade gestacional. Para saber mais sobre o tema, continue a sua leitura.

Anúncios



O que é a altura uterina?

Antes de comentarmos com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo, vamos explicar brevemente o que é a altura uterina, que consiste em medir desde o topo do útero até o osso do púbis da mãe, tendo o auxílio de uma fita métrica.

O número de semanas de gestação são então utilizados para averiguar se o útero está realmente dentro da normalidade para a idade gestacional, servindo assim como parâmetro para definir se está tudo indo bem na gravidez.

A altura uterina varia de uma mulher para outra e também conforme o período de gestação, sendo que apenas os médicos podem determinar este dado da forma mais precisa e adequada possível.

Com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo?

Quando a gestação chega entre a décima sexta e vigésima semana de gestação, o útero acaba se sobressaindo do osso pélvico e atingindo a altura do umbigo da mulher, sendo este o período ideal para começar a medir a altura uterina.

com-quantas-semanas-o-bebê-fica-acima-do-umbigo
com-quantas-semanas-o-bebê-fica-acima-do-umbigo

Como existem variações entre a altura uterina e o número de semanas de gestação, ficou estabelecido um limite de tolerância de 2 centímetros, seja para mais ou para menos, podendo ser determinado pelo médico.

Quando as divergências chamam a atenção do especialista, é comum que ele solicite exames de imagem, tendo como intuito verificar o desenvolvimento do bebê e confirmar a idade gestacional com mais precisão.

É possível que a altura uterina seja imprecisa?

Agora que você já sabe com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo, vamos abordar alguns casos onde a altura uterina pode ser imprecisa, mesmo quando o útero atinge o umbigo.

Esta é uma probabilidade grande quando a mulher se encontra em uma gestação de gêmeos, esteja obesa ou ainda que apresente um quadro de mioma. Além destas opções, outras possibilidades que alteram a altura uterina são:

  • Líquido amniótico em excesso;
  • Crescimento fetal restrito;
  • Pouco líquido amniótico;
  • Bebê grande.

Geralmente, os problemas relacionados ao tamanho do útero podem ser observados com mais facilidade a partir do terceiro trimestre de gestação, a partir de exames de rotina aos quais a mulher é submetida.

O que significa altura uterina abaixo ou acima da média?

Saber com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo é algo bastante interessante para as mães, pois trata-se de uma fase onde ela terá um contato maior com o bebê, sendo possível sentir melhor as suas movimentações.

Conforme já abordado, é neste momento que a altura uterina pode ser definida adequadamente e esta pode estar dentro do padrão, acima ou abaixo da média. Veja abaixo o que significa estas últimas duas situações:

Altura uterina acima de média

O mais comum é que a altura uterina acima da média aconteça quando o bebê é maior do que o normal, mas há outros casos que podem gerar esta situação conforme já comentado, como gestação gemelar e obesidade.

Outro fator que pode interferir em com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo, é a posição do feto dentro do útero, de modo que a placenta pode se posicionar abaixo dele e pressioná-lo para cima.

Na situação comentada acima, não existe nenhum tipo de complicação relacionada e a realização de exames de imagem simples, como ultrassom, podem ajudar a definir a causa da altura uterina acima da média com facilidade.

Altura uterina abaixo da média

Diferente da situação comentada anteriormente, a altura uterina abaixo da média pode estar relacionada a um feto que possui restrições de crescimento. Bebês pequenos são comuns em caso de mulheres com pressão alta, por exemplo.

Com quantas semanas o bebê fica acima do umbigo é relacionado ao número de semanas de gravidez, tendo o ultrassom como base, mas as características individuais do biotipo dos pais são sempre levados em consideração.

Isso porque pais que possuem uma menor estatura e que são mais magros terão uma maior probabilidade de ter bebês menores devido a herança genética, então o obstetra vai avaliar todos os dados para definir se o feto está se desenvolvendo como deveria.

Relacionados

Veja também esse artigo

Continue lendo

Você Permanecerá no mesmo site

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Utilizamos cookies para melhorar a experiência de navegação. Ao continuar, você concorda.