Skip to main content

33 Semanas São Quantos Meses? Acompanhe o Crescimento do Bebê

Afinal, 33 semanas são quantos meses de gravidez? O tempo de gestação geralmente é determinado com base em semanas, de modo que muitas mulheres podem se confundir ou ficar com dúvidas sobre o período real em meses.

Com 33 semanas todos os órgãos do bebê já estão completamente formados, assim como seus ossos. Normalmente ele já se encontra posicionado de cabeça para baixo, ou seja, já está quase pronto para vir ao mundo.

Nessa fase a gestante pode apresentar alguns sintomas bastante incômodos que resultam do crescimento constante do bebê no interior do útero. Para saber mais sobre essa etapa da gravidez, continue nos acompanhando!

Anúncios



33 semanas são quantos meses de gestação?

As 33 semanas de gestação correspondem a 8 meses, podendo ser equivalente a 225 a 231 dias. Sendo assim, a gravidez já está bastante avançada e muito em breve você poderá conhecer o seu bebê frente a frente.

Nessa fase o útero continua a aumentar de tamanho, tendo agora cerca de 30 centímetros de altura. Em seu interior, o bebê continua a se desenvolver a todo vapor, embora o espaço disponível para se mexer seja menor.

O tamanho do bebê neste período é de 42.9 centímetros quando medido da cabeça aos pés, e cerca de 30.2 centímetros quando medido da cabeça ao bumbum, podendo ser comparado ao tamanho de um salsão. Já o peso está em torno de 2,1kg.

Como está o desenvolvimento do bebê

Agora que você já sabe a resposta para “33 semanas são quantos meses?” é interessante conferir detalhes sobre como está o desenvolvimento do bebê, já que ele está grande e quase pronto para o nascimento.

Aqui ele já terá todos os ossos desenvolvidos, mas eles ainda estão maleáveis, principalmente os da região da cabeça, que devem permanecer mais moles a fim de facilitar a saída do bebê pelo canal da vagina no parto normal.

O desenvolvimento auditivo da criança está quase completo e ele já possui todas as enzimas digestivas necessárias para digerir o leite materno. Conforme já mencionado, nessa fase o bebê já deve estar posicionado de cabeça para baixo.

33-semanas-são-quantos-meses
33-semanas-são-quantos-meses

Principais sintomas nas 33 semanas de gravidez

O corpo da mulher passa por inúmeras mudanças que variam de acordo com o estágio da gravidez. Sendo assim as 33 semanas de gestação sintomas são diversos, podendo incluir:

  • Dor lombar que pode chegar até as nádega, perna e coxas: ocorre devido a alteração na curvatura da coluna, o que acaba comprimindo o nervo ciático;
  • Excesso de gases intestinais: como o útero está grande, ele acaba comprimindo o intestino, deixando seus movimentos mais lentos;
  • Falta de ar: também ocorre devido ao tamanho do útero, que acaba comprimindo os pulmões e dificultando a respiração.

Outros sintomas que já se apresentavam antes, como sensação de queimação no estômago, contrações de Braxton-Hicks, hemorróidas, inchaço nas pernas e nos pés podem continuar durante essa fase da gravidez.

Quais cuidados tomar na 33ª semana de gravidez

Os sintomas comentados no tópico anterior causam muito desconforto na mulher, de modo que é necessário buscar o que fazer com 33 semanas de gestação para aliviá-los. Alguns cuidados que podem ajudar são:

  • Dor na região lombar: aplique compressas quentes sobre a região acometida, evite ficar muito tempo em pé, não cruze as pernas quando se sentar e evite fazer esforços excessivos;
  • Contrações de Braxton-Hicks: para aliviar essas contrações, movimente o corpo buscando mudar de posição. Fazer caminhadas leves ou descansar caso a mulher estiver muito ativa no início das contrações também são bons cuidados;
  • Hemorroida: aqui a melhor opção será fazer banho de assento em água morna. Além disso, usar lenços umedecidos sem perfume e lavar a região anal após a defecação pode aliviar o desconforto causado pela hemorroida;
  • Sensação de queimação no estômago: faça alimentações regulares e em pequenas quantidades, levando em consideração intervalos menores de 3 horas. Evitar ingerir alimentos 3h antes de deitar também é uma boa pedida;
  • Gases intestinais: evite ingerir alimentos que estimulam a produção de gases intestinais, como couve-flor, repolho, brócolis, feijão e couve de bruxelas. Além disso, sempre se mantenha hidratada;
  • Falta de ar: para alumiar este sintoma, é recomendado a mudança de posição, de modo que o corpo fique o mais reto possível para dar mais espaço aos pulmões. Dormir deitada para o lado esquerdo também pode melhorar a sensação;
  • Inchaço nas pernas ou nos pés: evite ficar muito tempo em pé e coloque os pés mais altos do que o restante do corpo usando almofadas ou outros objetos macios, assim a circulação tende a melhorar.

Esperamos ter sanado todas as suas dúvidas sobre 33 semanas são quantos meses e que tenha aproveitado nossas dicas!

Relacionados

Veja também esse artigo

Continue lendo

Você Permanecerá no mesmo site

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Utilizamos cookies para melhorar a experiência de navegação. Ao continuar, você concorda.